Arquivo do mês: novembro 2012

Como não ser um blogueiro (2)

Tenho o estranho hábito de relapsos de estupidez. Acho que devido a minha despreocupação com a maioria das coisas, tenho quase que um pacto com as coisas inusitadas. Minha desatenção cresce a medida em que consigo me colocar em situações improváveis. Do mais simples de confudir o nome de pessoas, prender-me a portas de vidro, derrubar prateleiras e encontrar todos os cantos perfurantes da minha casa, ao mais estúpido de confudir postagens com rascunhos, ou postar coisas incompletas. Coincidência? Ou realmente não consigo ser um blogueiro? Bem, não sei. Mas, por que não insistir em algo? Produtivo?

P.S.: Alguém pode me ensinar a postar rascunhos? Grato.

Deixe um comentário

Arquivado em Como não ser um blogueiro

A virada de século tornou-nos os grandes desocupados do capitalismo, tudo está a um clique e menos de um passo. O ser humano vem engordando à medida que não tem mais pelo que se indignar. Ausência de ideologia pode te parecer familiar não? Tenho a impressão de que tudo na qual era possível lutar já foi vencido – ou perdido – mas, que não há mais nenhum desejo a conseguir senão aquele salário maior do próximo mês. Minha luta voltou-se contra as pessoas e sua singular capacidade de serem ignorantes. 

Diante do ausência do fervor dinâmico das incongruências do século – ou sem nada pra gerar revolta-

Deixe um comentário

novembro 18, 2012 · 10:30 pm