Arquivo da categoria: Criticas e Reflexões

Da Indústria

(…) Campo Maior é história, passado e sangue. Tem sabor de guerra e suor, pulsa determinação e coragem. Há muito lutou-se pela evolução, pelo avanço civilizatório. Mas, muitos homens tem a ignorância adequada para não sentir falta de progresso em 250 anos de fundação. A cidade anda entravada na produção industrial, inata a evolução da tecnologia. É evidente a necessidade de mais indústrias que venham proporcionar um crescimento econômico e social. Campo Maior clama por desenvolvimento. As peças-chave para a compreensão deste fenômeno retrógado talvez respaldem na velha pugna politica pelo poder. Não existem prédios com apenas um tijolo.

Por enquanto não há grandes industrias em Campo Maior, resta-nos poucos avanços empresariais no ramo da construção civil, agricultura, bem como a industria da moda há instalado algumas fábricas de porte médio na cidade.

Nada mais conveniente, e tão pouco observado a localização campomaiorense, está estrategicamente próxima ao progresso industrial teresinense, e ao escoamento marítimo, ainda que precário, que viria a facilitar o desenvolvimento econômico da cidade. Nos falta ferro, nos falta atenção. (…)

Trecho do Livro Encanto Maior de Pérsio Malaquias (Em Construção)

Deixe um comentário

Arquivado em Criticas e Reflexões

Primeira Dose de Café

Bom, primeiro post, e como viciado escritor, um pouco de um reflexivo café. Por enquanto, nosso primeiro encontro deve então ter um pouco do meu sabor. Fico um pouco alheio a escrever em conversa, mas meu senso de quadradismo em relação à novidade é meio falho, então qualquer forma de boa expressão é válida. Deste então, passo a escorrer um pouco de boas palavras a leitores que busquem qualquer coisa, minhas palavras servem de alimento ao meu proprio vício, o das palavras.

Mais um pouco de verdade: Caro Leitor, o café neste post é representativo, há uma tentativa de associação às famosas mesas à beira da noite dos poetas romanticos do século 19, uma parte de mim quer explicitar uma pausa reflexiva, mas nada disso. Introduza-se, portanto, de imagens que lhe referenciem calma e paciência, afinal, café é tão bom para os livros e a circulação.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Criticas e Reflexões